operação

Gilson de Souza é denunciado por suspeita de corrupção

O ex prefeito de Franca, Gilson de Souza foi denunciado por corrupção passiva. Segundo o MP, ele solicitou vantagem financeira indevida na contratação a empresa de lixo
Por: Redação Franca Noticia | Categoria: Política | 14-04-2021 16:20 | 287
Foto de

Quatro ex-prefeitos de cidades da região, além de empresários, foram denunciados pelo Ministério Público por suspeita de envolvimento em um esquema de corrupção em contratos para execução de coleta de lixo que somam R$ 41 milhões.

Resultantes da Operação Hamelin, as três denúncias levadas à Justiça citam ex-chefes do Executivo de Franca, Orlândia e Igaparava, além de pessoas ligadas à Seleta Meio Ambiente, contratada nas licitações investigadas, e à Colifran, acusada de ter sido utilizada para auxiliar a Seleta a vencer concorrências.

Eles são acusados por crimes de corrupção passiva e ativa, além de dispensa indevida de licitação para obtenção de vantagens indevidas.

Em Franca e Igarapava, a Justiça ainda não havia apreciado as denúncias até o início da tarde. Em Orlândia, as alegações já foram recebidas pela Justiça, que reconheceu os requisitos básicos para andamento dos processos e deu prazo para os citados responderem às acusações nos autos.

O ex prefeito de Franca, Gilson de Souza foi denunciado por corrupção passiva. Segundo o MP, ele solicitou vantagem financeira indevida na contratação da Seleta. Só em Franca, o valor total dos contratos fraudados é de cerca de R$ 29,5 milhões. De acordo com o Ministério Público, desde que o acordo com a Seleta foi firmado, a empresa devolveu R$ 10,5 milhões aos cofres públicos.

Com informações do G1