com alta nos preços

Brasileiro vai consumir arroz da Tailândia, com taxa zero de importação

Segundo a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, produto deve demorar um pouco para chegar às prateleiras dos supermercados
Por: Redação Franca Noticia | Categoria: Economia | 10-09-2020 16:06 | 81
Foto de Reprodução

A liberação das tarifas de importação de arroz a países fora do Mercosul deve colocar na mesa do brasileiro o arroz produzido na Tailândia e dos Estados Unidos.

A taxa para entrada do grão desses países no Brasil era de 10 a 12%, agora zerada para combater a alta exagerada no preço do produto. De acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) o volume de 400 mil toneladas até o fim do ano deve atingir cerca de 35 % das importações brasileiras.

Segundo a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, produto deve demorar um pouco para chegar às prateleiras dos supermercados. Ela explicou que o arroz desses países tem o mesmo tipo do consumido no Brasil. E que há outros países produtores, mas de tipos diferentes.

A redução das tarifas vale apenas para o arroz beneficiado não parboilizado, semibranqueado ou branqueado não parboilizado. A Tailândia está entre os cinco maiores produtores de arroz do mundo, que concentram, no continente asiático, 90% da produção e do consumo global.

Mais de três bilhões e meio da população mundial consideram o arroz como alimento básico.