crise econômica

Crise atinge setor calçadista e segundo associação mais de 26 mil postos de trabalho foram fechados

Demissões em Franca no setor já passa de 5 mil trabalhadores
Por: Redação Franca Noticia | Categoria: Economia | 01-05-2020 18:00 | 148
Demissões continuam em Franca
Demissões continuam em Franca Foto de Reprodução

A Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) realizou uma pesquisa e acredita que cerca de 26,5 mil postos de trabalho foram fechados em todo o Brasil, desde o inicio da pandemia de Covid-19 no Brasil. O estado mais prejudicado foi São Paulo, com 7,9 mil demissões, 30% do total.

Na sequência aparecem Rio Grande do Sul, com 7,6 mil postos perdidos, e Minas Gerais, com a perda de 5 mil postos. Em Santa Catarina, estima-se a perda de 2,5 mil postos no período.

Segundo o presidente-executivo da Abicalçados, Haroldo Ferreira, “Além do varejo estar fechado, portanto sem fazer novos pedidos, tivemos problemas com pagamentos e cancelamentos, inclusive para exportação”, Ferreira acredita em uma queda de mais de 22% no consumo mundial de calçados ao longo de 2020. 

Exportações

Além do impacto no varejo brasileiro, as exportações de calçados também foram bastantes afetadas. Após uma queda de 8,5% no primeiro trimestre em relação a igual período do ano passado, os embarques deverão cair, pelo menos, 46,4% no segundo trimestre.

Demissões em Franca

Algumas empresas de Franca retornaram as atividades no final do mês de março, muitas para apenas cumprir compromissos já agendados.

Sem a expectativa de melhora no setor e praticamente sem nenhum novo pedido, as empresas atravessam dificuldades e as demissões continuam sendo uma constante na cidade.

O Sindicato dos Trabalhadores da indústria Calçadista não divulgou nenhum informe sobre as demissões, mas pessoas ligadas ao setor acreditam que mais de 5 mil pessoas já foram dispensadas.